Páginas

15 de outubro de 2010

Ame. Sua profissão.




Triste de quem não se encontrou na profissão que exerce, pois eu, que nem exerço a minha ainda, já me encontrei nela. Cada dia que passa, e cada passo que dou descubro em minha futura profissão uma paixão. Vou deixando meus medos de lado e levando certezas no coração. Triste de quem não se encontrou. Fico feliz por ter me descoberto - com uma ajudinha do meu titio, é certo, do meu anjo. Ainda assim. Cada ligação, entrevista, matéria... Por mais trabalho que dê, elas me dão satisfação e felicidade. Sinto que assim é que deve ser e é assim que será a partir de agora. E fico muito, muito feliz. :):)

Ah, e mais uma coisinha. Descobri nessas últimas semanas uma coisa muito importante. Aliás, duas: A primeira é que jornalistas TÊM que ser cara de pau, não há escolha. E a segunda é que EU SOU! E nem sabia! Ha ha ha. Me auto-descobrindo em minha profissão. ;D

3 comentários:

pH disse...

vc tem cara de pau... bom saber?!
já tenho planos prontos pra essa informação =D

Juuh Arruda disse...

não sabia que vc tinha cara de pau Baah! :OOO até achei que vc fosse até reservadinha...! kkkk

Marina Amancio disse...

cara de pau, me identifiquei com isso . -s