Páginas

10 de agosto de 2010

Bariloche, baby, Bariloche!!!




A saudade vai bater, não tem como se proteger. Mas se a gente se deixar abater nunca vamos nada fazer. Precisamos sair, precisamos conhecer. Claro que no fim a saudade vai bater. Descobri que nada está longe, tudo está a um passo de distância. Descobri que o tempo é relativo e passa como uma bailarina numa dança. Descobri que o que está mais longe é o passado, que nunca vai voltar. E a saudade presente sempre vai estar. Senti que lá deixei um pedaço de mim... E comigo trouxe um pedaço de lá.

3 comentários:

misuenos disse...

ja usei a mh tb :D lindassss *.*

Marina Amancio disse...

sera que ela ficou com saudade do lugar ou do cara bonito KKKKKK

Bárbara Lua disse...

Bom, Mah... suyahsuahsuahsua
Dos dois, digamos assim. =P